Frente Parlamentar garante recursos para a extensão da BR 448

11 abril 2018
158 Visualizações

O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, garantiu prioridade e que serão assegurados ainda para 2018 os recursos necessários para a elaboração do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e do projeto dos 18,7 quilômetros do lote 2 da BR 448. O custo estimado é de R$ 29 milhões. A informação é do presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Extensão da BR 448, deputado Lucas Redecker que, por intermédio da senadora Ana Amélia Lemos, reuniu-se com o recém-empossado ministro na tarde desta quarta-feira (11), em Brasília. Além da senadora e do deputado, participaram da audiência também os deputados federais Renato Molling, Darcísio Perondi, Cajar Nardes, o coordenador da Bancada do PSDB na AL Artur Lemos Júnior e o assessor especial do ministro, Eduardo Praça.

Redecker pediu ao ministro a elaboração do projeto e que sejam feitos esforços para que isso ocorra ainda este ano, em virtude da importância da rodovia para diversas regiões do Estado. A partir disso, afirmou o deputado, a luta será para garantir os recursos no orçamento da União, a realização de licitação e o posterior início das obras. “A Rodovia do Parque encurta a distância com a região Metropolitana para várias regiões do Estado. Além do mais, ela é hoje uma alternativa a BR 116, que registra engarrafamentos diários e está esgotada”, ponderou o deputado.

O ministro disse que esteve recentemente no Rio Grande do Sul, que passou pela rodovia e sabe da importância dela para a economia do Estado. Neste aspecto, a senadora Ana Amélia Lemos também se manifestou, dizendo que a demanda de veículos que circulam diariamente pelo trecho justifica a importância desse investimento. Após o encontro, a senadora avaliou a reunião como animadora. “O ministro disse que dispõe de um orçamento para realização de projetos e comprometeu-se em fazer isso ainda em 2018. Essa é uma etapa crucial, pois de nada adianta ter o recurso se a obra não tem projeto. Esse foi o problema do PAC”, afirmou a senadora.

Sobre a extensão da BR 448

O lote 2, como é chamado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), pretende ampliar a rodovia em 18,7 quilômetros a partir do quilômetro 6, em Esteio, até a RS-240, em Portão, no Vale dos Sinos.

O Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) está aos cuidados do DNIT e do Consórcio Magna-Enecon, com custo estimado de R$ 1 milhão. O levantamento técnico também contempla o Lote 2 de expansão da Rodovia do Parque, que vai da RS-240, em Portão, até a BR-116, em Novo Hamburgo. A estimativa é de que a extensão custe R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

A BR-448 é uma das principais rodovias que liga a região Metropolitana a outras regiões do Estado. A extensão da rodovia não é importante apenas para minimizar os engarrafamentos diários na BR-116, especialmente entre Esteio e Novo Hamburgo, mas também porque a rodovia encurtará o acesso à Grande Porto Alegre para quem vem da Serra, Vale do Caí e Vale do Paranhana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>