RS tem duas PCHs vencedoras no leilão de energia A-4

5 abril 2018
287 Visualizações

O Rio Grande do Sul teve dois projetos de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) vencedores no leilão de energia A-4, realizado ontem (05) pela Aneel. A informação é do deputado estadual Lucas Redecker, que vem acompanhando diversos pedidos de instalação de novas PCHs desde o período que era secretário de Estado de Minas e Energia (entre 2015 e 2017). Os dois projetos são vinculados a rede de varejo Havan e devem demandar um investimento da ordem de R$ 186 milhões e produzir 34,5 MW.

Redecker lembrou que uma das maiores demandas da Secretaria de Minas e Energia dizia respeito aos licenciamentos ambientais, tanto para empreendimentos de energia hídrica como eólica. Em parceria com a secretaria do Meio Ambiente, através da secretária Ana Pelini, foi promovido mutirão para regularizar todos os pedidos pendentes, alguns aguardando há mais de dez anos a emissão de licenças. No caso das licenças para energia eólica, foram concedidos descontos entre 60% e 70%, tornando o RS novamente competitivo em relação as taxas praticadas por outros estados. As duas PCHs que venceram o leilão de ontem receberam recentemente as licenças ambientais de instalação da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Outro aspecto importante destacado por Redecker refere-se ao inventário das bacias hidrográficas do RS. Do total de 25 bacias, três estão inventariadas. O Estado tem 91 projetos viáveis com potencial de investimentos de R$ 3 bilhões e para geração de 480 megawatts (capacidade para abastecer 1,4 milhão de residências). “É energia limpa e renovável com condições de gerar empregos e o desenvolvimento sustentável que tanto queremos”, afirmou.

Conheça os projetos vencedores

PCH de Salto do Guassupi – Localiza-se no rio Guassupi, entre os municípios de Júlio de Castilhos e São Martinho da Serra. Depois de pronta, deverá ter capacidade instalada para produzir 12,19 MW e ocupará uma área de 79,3 hectares, com investimento estimado de R$ 70,1 milhões.

PCH de Quebra Dentes – Será construída no rio Toropi, entre os municípios de Júlio de Castilhos e Quevedos, na Região Central do RS. A usina ocupará uma área de 54,6 hectares e terá capacidade instalada para 22,36 MW, com investimento de R$ 115,7 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>